Up Against The Clock 2 – Aurelia

Comment
X
Share

É um dia nublado em Berlim, mas a morena letã tatuada Aurelia tem uma maneira infalível de se animar – uma rapidinha de sexo solo. Descalça, ela anda pelo apartamento e se ajoelha na cama desfeita, usando um minivestido preto revelador que mal contém seus seios grandes. Deitada, ela acaricia suas curvas cremosas com as mãos bem cuidadas e desabotoa o zíper.

Agora nua, ela amassa os globos e provoca os mamilos antes de estender a mão entre as coxas para esfregar a boceta aparada. O sol brilha através de sua janela, elevando seu humor ainda mais enquanto ela usa um vibrador rosa ao longo de sua fenda. Ela está focada, consciente da hora, de precisar estar em outro lugar dentro de uma hora ou mais – mas mesmo que esteja atrasada, ela não apressará seu prazer próprio.

Em seguida, ela insere a haste e golpeia ritmicamente, os joelhos abertos e depois se juntando quando um zumbido de cócegas no clitóris atinge o local. Então ela se ajoelha como um cachorrinho, com a cabeça baixa e a bunda para cima, girando enquanto se fode profundamente. Deitada de lado com uma perna levantada, ela empurra o brinquedo para dentro e para fora.

Logo, Aurélia começa a se bater com mais força e rapidez – não para vencer o relógio, mas simplesmente porque é disso que ela precisa para gozar. Com a cabeça jogada para trás e os peitos grandes tremendo, ela bate em sua boceta molhada, balançando e balançando nos lençóis enquanto seu orgasmo se aproxima.

Soltando um gemido de êxtase, ela troca de mãos, captando a vibração com novo vigor e de um novo ângulo, o que finalmente a leva ao limite. Satisfeita, ela se deita, contorcendo-se na cama e acariciando os contornos voluptuosos de seu corpo – e por alguns momentos preciosos parece que o tempo parou…

X
Download

Read Also

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *